Netflix brasileira uma nova alternativa de Streaming

 - 
In Blog

A cada 4 segundos um novo malware circula na Internet

 - 

Existem mais de 7,4 milhões de novas ameaças circulando em todo o mundo no primeiro trimestre do ano, o que representa um novo malware criado a cada 4 segundos, de acordo com a G Data, representada no Brasil pela FirstSecurity.

Somente no primeiro trimestre, o ransomware – que criptografia arquivos e que exige pagamento de resgate para liberação do acesso – alcançou o mesmo volume ao longo do segundo semestre de 2016 e continua a causar estragos graves sobre as empresas e usuários domésticos.

O oposto acontece com adware, que no primeiro trimestre reuniu 14% de todas as novas ameaças identificadas pela G Data, mas cujos efeitos são muito menos dramáticos que o sequestrador de arquivos. A orientação dos especialistas da G Data é não pagar resgates aos criminosos cibernéticos e manter uma solução antivírus abrangente que tenha capacidade de proteger os computadores e dispositivos móveis contra as ameaças online.

Garantir a atualização dos sistemas operacionais e aplicações utilizadas é vital para a segurança, segundo Eddy Willems, especialista da G Data. “É muito importante que o sistema operacional e outros programas instalados no PC ou aparelho móvel estejam sempre com a última versão liberada pelo fabricante. As atualizações automáticas são recomendáveis porque o usuário se envolve com outras tarefas e raramente se lembra de fazer isso”, comenta Eddy Willems.

Uma investigação liderada pela Interpol que encontrou mais 9 mil servidores infectados no Sudeste asiático ( Veja aqui ) nos dar uma noção do que esses aquivos maliciosos podem causar. Para lhe ajudar a se proteger separamos algumas atitudes para evitar essa infecção desses malware. Saiba como:

Apagar o seu rastro digital: o usuário deve eliminar os cookies e seu histórico de navegação relacionadas ao uso de arquivos de Internet. Os navegadores da Web oferecem em “configurações” a opção de realizar a exclusão automaticamente;

Apagar as contas de usuários desatualizadas: as contas que não se usa mais é melhor serem apagadas. Por exemplo, contas de usuário em serviços antigos, tais como viagens, lazer, informação profissional, em lojas online, sites de leilão ou dados bancários associados;

Privacidade de suas redes sociais: o usuário deve separar um tempo para rever as suas opções de privacidade nas redes sociais. Da mesma forma, ele deve verificar a lista de contatos que foram adicionados, às vezes de forma indiscriminada, e eliminar aqueles que não são usados ou são difíceis de identificar;

Atualização constante:  software antigo e obsoleto é porta de entrada para vírus de computador e as atualizações devem ser automáticas. A dica vale para quaisquer aplicações, sistema operacional, navegadores e também para o software antivírus. Migrar para as versões atuais é o correto. As violações de segurança ocorrem na maioria das vezes em sistemas desatualizados;

Faxina geral programada: arquivos inúteis e duplicados podem ser presa fácil para os códigos maliciosos. Manter os dispositivos livres de lixo contribui para a segurança digital. Para esta tarefa é necessária uma ferramenta específica, que sabe identificar arquivos corrompidos, registro de sistemas. Esvaziar a lixeira também é uma necessidade, assim como a caixa de SPAM do correio eletrônico.

O perigo das senhas fracas: o usuário nunca salve as senhas no navegador. A dica é desativar este recurso e, alternativamente, usar um gerenciador de senhas. Além disso, deve-se usar senhas fortes combinadas com números, caracteres especiais e números. Nunca usar a mesma senha em mais de um serviço web;

Backup todo dia: os ataques de ransomware já deixaram claro que as informações armazenadas no computador podem confiscadas e perdidas para sempre. Por isso, é vital fazer cópias de segurança de todos os documentos, fotos e vídeos e também de qualquer outra informação valiosa. Caso seja vítima de um ataque de ransomware o usuário nunca deve pagar o resgate porque não há qualquer garantia que os arquivos serão devolvidos. Já existem ferramentas capazes de quebrar a criptografia de vários sequestradores de arquivos;

Apps só a partir de fontes oficiais: o usuário deve apenas baixar aplicativos móveis de fontes seguras e oficiais como Google Play e Apple Play ou do fabricante do seu aparelho móvel. Antes de instalar é necessário avaliar as permissões de acesso a aplicações antes da instalação;

Instalar uma solução de segurança abrangente:  é essencial ter um software antivírus que possua todas as ferramentas de proteção do PC ou aparelho móvel e de todos os apps, serviços de e-mail, navegação na Web e acesso a serviços bancários e compras online. Existem soluções que incluem ferramentas de otimização e sistema de registo que ajudam a alcançar uma operação mais estável e eficiente.

In Blog

As melhores universidades do mundo para quem quer estudar TI

 - 
In Blog

Conheça a 1ª universidade do mundo sem professores

 - 
In Blog

Veja o primeiro vídeo do ‘veículo-elétrico-voador’ do fundador da Google é Larry Page

 - 

Você ainda deve se lembrar de quem é Larry Page, não é mesmo? Além de cofundador e ex-CEO da Google, ele é também responsável pela empresa Kitty Hawk — que quer produzir carros voadores para o mercado. Nesta semana, a empresa divulgou o primeiro vídeo de um protótipo funcional disso… Ou quase disso.

Trata-se do Kitty Hawk Flyer, que funciona como um veículo voador monoposto e elétrico. Ele foi desenhado para percorrer percursos sobre as águas e não exige licenças de voo — ou seja: qualquer pessoa poderia ser o condutor. Apesar de ele ser imaginado como um “carro voador”, ele é considerado uma aeronave ultraleve nos Estados Unidos.

É importante dizer que a aeronave precisa ser pilotada apenas sobre as águas, pois foi criada especialmente para isso — pelo menos nessa fase de protótipo. De acordo com a própria empresa, o Kitty Hawk Flyer ainda é um protótipo, mas vai estar comercialmente disponível ainda neste ano. O que ainda não se sabe é qual vai ser o valor por cada unidade do “brinquedo.”

Também ainda não foram divulgados dados técnicos de altura de voo, velocidade e outras informações semelhantes. Será que novas versões do dispositivo vão conseguir se mostrar ainda mais próximas ao que se imagina de um “carro voador”?

 

fonte: tecmundo

In Blog

Interpol encontra 9 mil servidores infectados no Sudeste asiático

 - 

Cingapura (Reuters) – Uma operação contra crimes cibernéticos da Interpol e de investigadores de sete países asiáticos revelou cerca de 9 mil servidores infectados e centenas de sites comprometidos na região da Associação de Nações do Sudeste Asiático, disse a Interpol nesta segunda-feira.

In Blog

Existe um botão que pode desligar toda a internet do mundo?

 - 

Existe um interruptor em algum lugar que poderia desligar a internet de todo mundo? Ou vários botões capazes de desligar de a cordo com a vontade de alguém?

In Blog

Brasileiro criador do Instagram comenta alterações no app: ‘Ou você muda ou morre’

 - 
In Blog

INCRÍVEL: ‘PELE ELETRÔNICA’ mais fina do mundo já está sendo desenvolvida

 - 


Pesquisadores no Japão estão desenvolvendo a “pele eletrônica” mais fina do mundo.

Trata-se de um conjunto de circuitos feitos como materiais orgânicos, como plástico, que são mais flexíveis e podem ser “vestidos” pelo usuário.

A versão criada por cientistas da Universidade de Tóquio tem uma espessura dez vezes menor do que a de uma célula cutânea.

Ao mesmo tempo em que é mais leve do que uma pena, é também muito resistente – pode ser dobrada e esticada sem gerar danos aos seus componentes.

A meta é que esse tipo de aparelho seja usado para monitorar a saúde de uma pessoa, funcione como uma tatuagem eletrônica ou crie até mesmo uma tela “de mão”.

Em seu estágio atual, a tecnologia permite exibir um único número digital.

“O próximo passo será incluir mais dígitos e depois fazer uma tela de alta definição”, diz o pesquisador Takao Someya.

“Isso será possível dentro de quatro ou cinco anos.”

 

Veja o vídeo:

Fonte BBC

In Blog

Oportunidade: Microsoft seleciona estudantes de Tecnologia da Informação para curso gratuito no Recife

 - 

Inscrições podem ser feitas na internet até 27 de abril. Para participar, é preciso estar regularmente matriculado nos ensinos médio ou superior e ter conhecimentos básicos em tecnologia.

In Blog